Lugar de fala

O BBB19 começa com uma semana morna e sem grandes acontecimentos. Talvez pelo fato de nesta primeira semana não ter prova de Líder e votação para paredão, o clima da casa é quase um clima de colônia de férias. Colônia essa, que só não se confirmou devido às diversas pequenas polêmicas por declarações inadequadas de alguns participantes. Mas, mesmo assim, a grita foi maior nas redes sociais porque os brothers e sisters têm passado por esses mini atritos com elegância e tranquilidade. Pelo menos, até o momento.

Mas, apesar dessa pretensa harmonia, a casa já está claramente dividida em dois grupos. O do pessoal com perfil padrão, apelidado nas redes sociais de galera Villa Mix, e o povo das causas sociais, chamada de Baile de Gaiola. Coincidentemente, ou não, o povo Villa Mix é em sua hegemonia formado por brancos, de cabelos louros ou pretos, mas definitivamente brancos. E o grupo do Baile de Gaiola é em sua maioria formado por negros.

Com uma configuração dessa, ainda tem gente nas redes sociais não querendo que aqui e ali pontuem discussões interessantes sobre o uso do termo “cabelo ruim”, ou a dificuldade de acesso à educação pela população negra, ou questionar a máxima de que “bandido bom é bandido morto”. Enfim, uma sucessão de conversas interessantes, para nosso deleite, sobre temas polêmicos e bem atuais.  Vale destacar que o pessoal do Baile de Gaiola tem sido extremamente delicado ao esclarecer essas questões, sem descambar para militância agressiva ou deboche com o desconhecimento de seus companheiros de jogo.

Mas tem gente reclamando. Gente, inclusive, que já curtiu alguns papos cabeça dentro da casa do BBB. O que me leva a pensar se o que está incomodando algumas pessoas não seria o tema do debate. Acho que nossa sociedade está como um avestruz, com a cabeça enterrada num buraco, ou como os personagens do Bird Box com uma venda sobre os olhos. Então, olhar a realidade como ela é, sentar em nossa sala de estar e ter que refletir sobre o abismo enorme que existe entre as expectativas da população negra em nosso país e da população branca, deve mesmo ser bem desagradável. Principalmente para quem abriu mão de valores civilizatórios para ver se alcança alguma estabilidade econômica.

Eu não sei como a gente vai conseguir fugir dessa contradição imposta pela própria configuração do grupo. Faz parte desse jogo e, pior, ou melhor, faz parte da discussão que está posta na sociedade. BBB sendo um microcosmos dessa realidade está também inserido nesta discussão. Resta saber como isso se combinará com o jogo para a conquista do prêmio final.

 

 

 

Compartilhar o Post
0 comments

Entrar

Siga-nos @DeCaraPraLua

Facebook

Comentários