Chororô

Chororo01

Eu acredito que a gente tende a achar que o amor é o mais nobre dos sentimentos, como se nele tudo se explicasse e tudo se justificasse. Mas o amor carrega consigo outros sentimentos menos nobres como o ciúme e o sentido de posse. Mais do que o amor em si, o amor de mãe é colocado num patamar quase divino. Como se ao tornar-se mãe a mulher deixasse para trás os traços de sua personalidade, os desvios de seu caráter. Ser mãe não redime ninguém. E o amor de mãe também pode carregar sentimentos negativos tanto em seu excesso quanto em sua falta. A mãe que sufoca o filho com seu amor, e não o deixa crescer e encarar as dificuldades da vida, prejudica esse filho. O fato de ser por amor não diminui e nem absolve o erro. Da mesma maneira, a mãe que falta com seu amor ou sua presença na criação de um filho, foge à responsabilidade que abraçou ao decidir tornar-se mãe. Eu sei que no mundo contemporâneo é difícil conciliar carreira profissional e criação dos filhos. Mas tudo isso são escolhas que fazemos e bancá-las é o mínimo exigido de cada um de nós.

Chororo02

Eu ontem não questionei o amor de Tamires pela filha, mas questionei sim que tipo de mãe faz a escolha de se enfiar num Big Brother deixando em casa uma filha de três anos para ficar chorando como menina mimada diante de qualquer frustração ou dificuldade. E questionei o que faz de uma mulher uma boa mãe ou não. Eu acho que o choro da Tamires teve pouco ou nada a ver com saudades. Existia o desejo de ela ver a foto da filha? Sim, existia. Mas o que predominava era a frustração de ter perdido a prova do líder, a raiva pelo fato da Mariza ter fotos e ela não. O que incomodava era a alegria de Mariza ao ver o amigo Adrilles líder e saber que ela, Fernando e Adrilles estavam nesta semana livre de uma indicação direta. A raiva da Tamires foi ter tido a oportunidade de ser a primeira a escolher e acabar fazendo a escolha errada. A cena da Tamires, Amanda e Talita sentadas no sofá da piscina foi muito reveladora dos sentimentos pequenos das três e do medo de estar perdendo terreno no jogo.

Chororo03

Hoje conversava com minha irmã sobre sentimentos como amor e gratidão. E ela me dizia que a gratidão é que é o mais nobre dos sentimentos, pois não vem agregado a nenhum outro valor. Resume-se a sermos gratos ou não. Eu não tinha pensado sob esse prisma, mas olhando de perto as meninas trevas fica muito evidente o traço de ingratidão que marca suas atitudes no jogo. Estão sempre reclamando, criticando adversário e a produção do programa. Já que decidiram entrar no BBB, o mínimo esperado é que fossem gratos por estarem na casa mais vigiada do Brasil. Também me espanta a falta de autocrítica das três. Ou, quem sabe, a falta de vergonha na cara. Passam o dia criticando os adversários no jogo e depois com a cara mais lavada do mundo juram de pés juntos que nunca falam mal de ninguém.

Chororo04

O jogo das três é absolutamente estressante e nada divertido. Qualquer traço de humor que um dia essa amizade pudesse ter se perdeu no rancor que acabou sendo predominante na relação entre ela e com o jogo e seus parceiros na casa. Amanda é uma pessoa negativa e baixo astral. A única coisa alegre que ela faz, é dançar nas festas, fora isso passa o dia se lamuriando, mendigando a atenção do Fernando e se afundando num mar de recalque. Tamires por sua vez tem a grande qualidade de ser careteira e gerar imagens hilárias para se transformarem em memes na internet. Ponto! Fora isso, a Tami é outra que se perde em lamúrias no programa.

Chororo05

A cena de ontem do choro dela e da Amanda no sofá da piscina seria cômica se não fosse patética. E ainda teve quem acreditasse que Tamires chorava de fato com saudades da filha. Em minha opinião foi mais um grande teatro, uma encenação de vítima para tocar o coração da produção. Achei um choro com tentativa de manipulação. E, convenhamos, fica difícil ver sentimento num choro gritado, como uma criança de cinco anos emburrada e pirracenta. Choro sofrido dói na alma. Ao contrário do choro da Tamires e Amanda que apenas fez doer os nossos ouvidos.

Compartilhar o Post

Entrar

Siga-nos @DeCaraPraLua

Facebook

Comentários