Mês: janeiro 2015

Luan desiste e elimina o carro vermelho

luandesiste

 

Luan cantou de galo, afirmou na madrugada que não sairia tão cedo, falou que Mariza sairia rapidinho. Mariza ficou, Luan saiu. Seguem na disputa os carros azul e branco. Quem você gostaria que ficasse na prova para disputar a prova individual? Branco ou azul?

beijim1

Este ano a formação de casal não me incomoda de maneira nenhuma. Por quê? Porque temos muita gente com jogo solo e possibilidade de emplacar nesta edição. Existe mais conteúdo nos participantes, ou seja, mais bagagem e experiência de vida para oferecer ao programa e isso relega o jogo de casal ao segundo plano. Quando ouço o Marcos e percebo que ele é observador, ou o Cesar que ainda está tímido, mas que tem estofo para enfrentar o jogo, eu consigo olhar os casais e lhes dar a chance deles buscarem esse caminho sem o temor de que o romance afunde o jogo do BBB15. Os participantes são interessantes, mesmo o Adrilles, cuja chatice eu acho Cult, agregam valor à movimentação do jogo. Já temos os chatos, os gostosos, os quietos, os mais atirados, os delirantes, formando um mosaico que indica a possibilidade de um jogo solto, sem amarras de pretensões artísticas futuras.

beijim2

E não temos plantas. Mesmo o Cesar, que ainda não se encontrou, não pode ser chamado de planta. Ou até mesmo a Mariza que ainda encontra dificuldades de se ajustar a um jogo associado com beleza e corpos perfeitos. Mas Marisa está na edição certa, aqui a perfeição não existe, nem mesmo nas louras de última hora. No embate entre Aline e Julia, mais esperta foi a Aline que rapidamente tirou a maquiagem, foi pra cozinha, assumiu suas espinhas, se mesclou ao grupo e inteligentemente está buscando montar uma história para garantir sua permanência na casa. É assim que nós temos condições de escolher.

beijim4

Não dá para assumir que a Julia vai criar confusão. Baseado em que? Na antipatia da Angélica? Mas a Julia não está na casa do Big Brother para montar barracos. Julia quer divulgar sua marca de roupas, quer preservar sua imagem e fazer as pazes com o pai. Foi nisso que ela falou o dia inteiro hoje. Portanto, a chance de uma situação explosiva entre Julia e Angélica pode ser apenas fogo de palha que se extinguirá logo na segunda semana. Em contrapartida, eu não sei como Angélica, Amanda e as demais mulheres reagirão quando o Fernando fechar um affair com a Aline, deixando no meio do caminho sua história com Amanda. Tem gente preocupada com o repeteco do BBB7, eu sequer estou preocupada com uma possível vitimização da Amanda, pois este jogo do BBB15 é um jogo de adultos. Amanda não se apresenta como uma menininha frágil e indefesa.

 

Em seu terceiro dia, o jogo do BBB15 vai indo muito bem, obrigada. Já temos um casal e uma possível dúvida que tanto pode catapultar o participante ao estrelato quanto sepultá-lo no abismo daquele que se esquece que, expostas em rede nacional, suas atitudes podem ser mal interpretadas. Neste caso eu estou falando do Fernando. Ele começou com o pé direito arrancando suspiros nas redes sociais. Mas Fernando não é apenas bonito e gostoso, ele é inteligente, antenado, tem bom papo, é na dele, ou seja, tudo de bom para que suas chances de ganhar o prêmio sejam bastante consideráveis. O problema é que Fernando esbarrou com a Amanda e, assim como o Rafael, fez movimentos prematuros para formar um casal. Dormiram juntos, de conchinha, rolou carinho, mas, segundo Amanda, nada erótico. Ou seja, cadê o tesão?

No entanto, Fernando não contava com a chegada das louraças belzebéias e esse fator surpresa pode deixá-lo em maus lençóis. É claro o interesse que ele tem na Aline. Ela também está de olho nele. E então? Onde entra Amanda nessa história? Sinceramente eu não sei. Ontem muita gente torcia para que ele fugisse da Amanda como o diabo foge da cruz, mas ao contrário dos prognósticos, novamente Fernando e Amanda dormiram juntos e ela já se considera sua namorada. Temos, então, todos os ingredientes para uma situação explosiva que, caso Fernando não saiba conduzi-la, pode ser fatal para seu jogo. Posso estar enganada, mas parece que o Fernando aguarda a definição de quem ficará na casa, Aline ou Julia, para então ser mais definitivo. E até domingo ele vai cozinhando Amanda em fogo brando para ver como é que fica. O problema é que o BBB é um jogo, não é vida real. Na vida real nossas dúvidas e deslizes são mais facilmente perdoados do que na casa do BBB.

Hoje tem prova do líder, sábado tem festa, ou seja, em cronologia de BBB, uma eternidade onde tudo pode acontecer. E Fernando aprisionado dentro dessa bolsa de infinitas possibilidades.

negao1

Geral tava olhando
A loirinha e o negão
Juntinhos de mãos dadas
Zoando no calçadão

Foi quando de repente
Me veio um cidadão
E perguntou: “loirinha
O que tu viu nesse negão?”

O que vi dentro dele eu
Não vi dentro de você
Me dê papel e caneta
Que eu já vou lhe responder
Meu preto é 100 % e
Me coloca pra chorar

Só pra tirar uma onda
Playboy vou te esculachar

(Refrão)
Por isso eu fiz essa canção pensando do meu jeito
Pro playboy ouvir e rever seus conceitos
Ele é escuro sim!
Um tremendo negão
Mas não lhe falta educação e respeito!
(foi mal aí… desculpa aí mané) *

negao2

 

* A loirinha, o playboy e o negão

Kelly Key

fazeroque3

E numa jogada de mestre, no meio da tarde, a direção do BBB15 faz cair de pára-quedas na casa duas louras deslumbrantes, tipo capa de Playboy, completamente diferentes do perfil das demais mulheres do grupo, mas muito parecidas entre si. E conseguiram desestabilizar deixando as mulheres inseguras e os homens mais bobos. Meu marido que é defensor ferrenho de mais massa encefálica do que massa muscular, saiu na contramão de todos defendendo a beleza mais natural das meninas que já estavam na casa. “São muito artificiais, Susan” me disse um Roberto totalmente indiferente às duas louras com missão para matar de inveja as mulheres e de tesão os homens. Aline parece ser mais meiga e a Julia mais arretada, no entanto tudo isso pode ser um engano. Julia é rata de academia, já jurou que vai matar a Talita com muita esteira e musculação. Isso tanto pode ser positivo ou negativo. Espero que a gente consiga escolher de maneira sábia, pois essa nossa escolha determinará o andamento do jogo.

fazeroque9
Algumas considerações iniciais sobre os participantes. Marisa está meio deslocada. Deve ser muito difícil ter 51 anos, não estar enquadrada em um determinado padrão de beleza e se dispor a participar do Big Brother. Porque a Naná já tinha mais de 60 anos quando participou do BBB9 e tenho descoberto que quanto mais velhos nós ficamos menos nos preocupamos com a opinião alheia. Aos 51, Marisa não é jovem, mas ainda não atingiu aquele grau de sabedoria que nos permite cagar e andar para as convenções sociais. Por outro lado, o fato da Mariza ainda estar mais quieta pode pesar a seu favor já que não a coloca em rota de colisão com o grupo e público. Se ela fosse uma gordinha assanhada, as redes sociais não a teriam perdoado esse desfrute. Essa retração da Mariza só não pode durar muito tempo. Torcendo aqui para que ela se solte e fique mais livre, leve e solta.

mariza1

Douglas está falando demais. E isso fica pouco atrativo. Público e grupo tendem a reagir mal quando um participante que não seja particularmente bonito ou carismático começa a falar de relacionamento amoroso dentro e fora do jogo. Fica forçado, pois ele sequer sabe se alguma menina vai ficar interessada nele. Provavelmente não e, então, o cara acaba pagando um mico em rede nacional.

fazeroque10

Estou apostando nos quietos. Sempre acho que eles vão render mais à frente, pois tendem a ser mais observadores. Rafael é do tipo quietinho. Seu lugar de galã foi usurpado pelo Fernando ontem à noite, mas talvez, sem nem mesmo saber, o gaúcho esteja sendo mais inteligente. Luan é outro que interage, mas não se excede. Parece ter bom humor. Dizem nas redes sociais que ele matou uma pessoa (eu perdi esse relato) e caso seja verdade essa será uma contradição interessante à sua cara de menino de boa família. Como ele já foi militar, talvez tenha sido no exercício da profissão, mas de qualquer maneira esse dado incorpora à personalidade do Luan algo surpreendente, pois acredito que quem tira uma vida humana ficará sempre marcado por esse fato.

 

E a cara de desespero da mulherada diante da beleza das novas participantes é digna de registro:

fazeroque2

fazeroque7

fazeroque5

fazeroque4

Primeiro dia e o Douglas já tomou banho nu. O Douglas é chato? Não sei, sei apenas que ele está tentando fazer um BBB memorável e só isso já vale à pena. E ontem o papo no geral buscou sair da mesmice de bundas, silicone e o programa de TV que eles almejam quando saírem do BBB. Falou-se de religião, política, de como enxergar o jogo, contaram histórias de vida. Já tem gente declarando antipatias, querendo eliminar jogador ou declarando campeões antecipados. Eu ainda estou observando. E não tenho uma antipatia sequer, nem mesmo pelo Adrilles que foi o mais falante na noite de ontem. Temerário falar tanto assim? Sem dúvida, mas eles nos mantiveram acordados na madrugada. Então… Salve Jorge!

A casa está linda. Há tempos que essa casa do Big Brother não era decorada com tanto carinho, com tanta sobriedade. Sem quartos temas gritando aos nossos olhos, tudo indica que o stress ficará por conta das novas regras do confinamento prometidas pela direção do programa. Menos saídas, menos shows, liderança valendo 10 mil reais. E perfis diferenciados. Li pela internet alguém comentando que este ano logo no primeiro dia a gente já começa a guardar os nomes dos participantes. Já identificamos quem é Angélica, Fernando, Luan, Adrilles, Tamires, Talita, Mariza… Enfim, sabemos quem eles são, pois nesta temporada os participantes são únicos tanto de temperamento quanto de tipo físico.

E até agora são apenas 13! Que diferença em relação ao ano passado que havia uma multidão dentro da casa, todos com perfis parecidos e nós aqui do sofá assistindo eliminação em cima de eliminação e completamente atônitos sem conseguir ter empatia com nenhum deles. Claro que tipos fáceis como Claras e Vanessas saíram em vantagem por terem o apelo de sua sexualidade carregando atrás de si toda uma legião de pessoas sedentas por aceitação e reconhecimento. E estragaram toda uma temporada do Big Brother Brasil. Posso me enganar, mas acredito que os fandoms estão com opções limitadas este ano.

Assim como o BBB, o De Cara Pra Lua também vai tentar dar uma guinada retrô. Apostando nossas fichas aqui neste espaço e nas pessoas que freqüentam e comentam o jogo conosco. Claro que também estaremos nas redes sociais, mas com um olhar menos crítico, menos alinhado com a necessidade que as redes sociais têm de serem engraçadas, com tiradas inteligentes e sarcásticas sobre os jogadores. Ontem ao ler tanta gente já criticando os participantes eu cheguei a comentar que o possível fracasso do BBB passa pelo olhar das redes sociais que se obriga a ser sarcástico full time, ou seja, o tempo inteiro. Nós aqui no De Cara Pra Lua temos humor, mas uma coisa é ter humor outra é destruir pela simples tentativa de fazer graça. Há tempos eu não me sentia tão antenada com o jogo e menos com as redes sociais. A farra do twitter é tentadora, mas pode nos causar uma cegueira fatal.

Enfim, galera, noite com banho nu do Douglas. Divirtam-se!

PéDireito01

O BBB15 começa superando nossas expectativas. Sem show pirotécnico, sem turbo, sem participante apostando em determinado perfil, sem sexualidade proferida aos quatro ventos para angariar simpatizantes desavisados. E acabou que esta não se tornou a edição de gente feia, eles são bem mais bonitos do que pareciam a princípio. O que eu mais gostei na abertura de hoje é que é impossível se ter uma torcida a priori, pois são tipos diferentes sim, mas cada um deles parece ter uma história para nos contar. E esse é o grande atrativo do Big Brother, ouvir as histórias para, então, ir se apaixonando e defendendo o jogador. Espero que a gente tenha banido os fandoms desta edição, pois não vi ninguém com perfil de instigar delírios imaginários na galera sedenta por heróis e heroínas num lugar onde apenas existem seres humanos. Com defeitos e qualidades.

PéDireito05

Algumas mudanças estruturais prometem um jogo mais cascudo. O líder, por exemplo, pela primeira vez em quinze edições não gozará do privilégio da imunidade. Ou seja, sua escolha lhe trará consequências imediatas o que certamente apimentará o jogo. Seu poder não será absoluto e talvez isso o leve a buscar um arco de alianças maior e costurar seu voto com o grupo para se proteger. É bastante promissor.

PéDireito07

Notei uma coisa e vamos ver se minha observação se confirma: pela primeira vez em alguns anos os participantes desta edição não parecem transitar pelo mesmo círculo, parecem não pertencer ao entorno das sub celebridades. Claro que tem a Amanda que é amiga da Clara do BBB14, mas não me pareceu ser uma tônica do grupo. Espero que este ano a gente não tenha aquele conhecimento cruzado que acaba sempre em algum participante de edições passadas.

PéDireito08

Enfim, começamos animados apostando num grupo que tem tudo para fazer uma edição memorável. Quem sabe o BBB15 tenha vindo para sacramentar a lenda urbana de que as edições ímpares do Big Brother tendem a ser sempre as melhores. E mais, é a edição com mais negros por metro quadrado e tudo negão com jeito de gente boa. Tamu juntos!

PéDireito03

Entrar

Siga-nos @DeCaraPraLua

Facebook

Comentários