Mês: maio 2014

Aregra01

É com tristeza que escrevo que o SuperStar ontem foi uma grande decepção. Tristeza porque a gente torce para que esses programas deem certo, pois quanto mais certo eles dão mais diversão garantida para o público. Tristeza porque os jurados mostraram-se perdidos, sem um papel definido em relação às bandas e é sempre triste ver artistas do calibre do Dinho, Fábio e Ivete comprometidos em sua capacidade de julgamento do que é bom ou não quando falamos de música.

Aregra02

Até agora ainda não ficou claro qual o papel do apadrinhamento no SuperStar já que os padrinhos mal conheciam os integrantes de suas próprias bandas e jogaram contra seus afilhados ao votarem a favor da banda adversária no duelo. Será que a orientação dos padrinhos ficará para a fase após a batalha entre as bandas? Mas, não seria então tarde demais? Pois se não for para colocar as bandas apadrinhadas na Final, qual o motivo deles serem denominados padrinhos? Esse apadrinhamento do SuperStar perdeu o sentido na medida em que Ivete, Dinho e Fábio não brigam por seus afilhados, tratam seu voto nesta fase como se fosse o da fase anterior, ou seja, como se estivessem ouvindo as bandas pela primeira vez e não como se fossem corresponsáveis por sua performance no palco.

Aregra03

E, mais, ao reclamarem de que a The Soul Session não deveria estar enfrentando a Suricato, Ivete, Dinho e Fábio criticaram a si mesmos. Afinal de contas não foram eles que escolheram as bandas a se enfrentar no duelo? Ou não? Foi pacote fechado da produção? Continuamos sem entender, pois não existe razão para tirar uma banda boa e deixar uma ruim na disputa. Ficam as bandas perdidas, fica o público atônito sem entender o sentido do show.

Aregra04

Com isso, tivemos bandas ótimas como a de soul sendo eliminada e péssimas bandas como a Tarcísio Meira´s Band ainda na disputa

Aregra05

Eu tenho uma irritação particular com o arremedo de Mamonas Assassinas. Eles não são originais, copiam os meninos das Mamonas descaradamente. Mas, o que nos Mamonas era irreverência juvenil, na Tarcísio Meira tudo cheira a oportunismo para ganhar o público. No show de ontem eles se atreveram a copiar o Ney Matogrosso. Mais uma vez, o que no Ney era conceito, na Tarcísio é mera casca, cópia pálida do grande artista que é o Ney Matogrosso. Que, ao contrário do vocalista da Tarcísio Meira, tem uma voz primorosa. Logo no início da apresentação percebe-se um imenso abismo entre original e cópia. Mas, eles estão lá e a The Soul Session está fora.Não basta apenas colocar uma fantasia e pular no palco, ficou faltando talento.

Aregra06

O que percebemos é que o programa está sem critério. Na primeira fase ficou estabelecido que a banda que levantasse o paredão estava classificada, no entanto ao mudar as regras no último programa da primeira fase, duas bandas que conseguiram atingir os 70% não passaram para a fase seguinte. Agora, nesta fase, o público fica sem saber qual o papel dos padrinhos e qual o critério utilizado para escolher as bandas para os duelos.

Aregra07

Ivete diz que não pode dar um não, pois ela é artista e não fica a vontade para isso. Qual é o seu papel então? O que ela está fazendo no júri?

Aregra08

E o Fabio Jr insiste em pedir que as Bandas apresentem musicas autorais. Como se ali fosse um festival de composição autoral. Uma música conhecida ajuda na aceitação do público das bandas ainda desconhecidas. O que fica parecendo é que ele está puxando a disputa para a área que conhece como compositor, como se não soubesse avaliar bandas.

Aregra09

E a partir de agora, como fica o programa? Nós não sabemos, será que a produção sabe? Não podemos dizer como o Arnaldo Cesar Coelho… “A regra é clara”.

EntrevistaDiegoGrossi

Diego foi um dos poucos participantes que valeu a pena assistir no BBB14. Pela sua extrema sinceridade, pela falta de artifícios, pela vontade de ser apenas Diego, agradando ou não. E acabou agradando a muitos. Diego está com a vida atribulada neste pós-BBB. Por isso, nós agradecemos o carinho que ele teve com o De Cara Pra Lua concedendo esta entrevista, deixando que a gente leve até vocês um pedacinho desse brother tão querido. Muito obrigada, Diego!

DCPL    Como surgiu a idéia de participar do Big Brother?

 

Diego – Acho que todo mundo, pelo menos lá no fundo, tem o sonho de ser conhecido, de ter a fama, ganhar 1 milhão e meio que é uma segurança financeira. Eu já assistia o BBB, já era fã do programa, mas demorei a me inscrever, pois achava que não estava no nível para ser escolhido e participar, até que decidi me inscrever a primeira vez e entrar virou meu objetivo, precisei tentar mais duas vezes até conseguir. 

 

DCPL    Qual a diferença entre a expectativa que você entrou na casa para a que você saiu dela?

 

Diego Acho que a convivência com muitas pessoas é algo que acrescenta muito na personalidade, digo que sou o mesmo Diego que entrou na casa, porém agora mais tolerante, e mais preparado para lidar com as diferenças. Então acho que atingi as minhas expectativas.

 

DCPL    A sua sinceridade foi um dos pontos marcantes de sua participação (ex.: a lista tríplice de preferência das meninas) Como isso te prejudicou (ou não) no jogo?

 

Diego – Sempre fui um cara muito sincero, entrei no BBB com essa premissa “ser eu mesmo”, acho que aquele que mantém a coerência não fica em saia justa. Fiz uma lista no começo do jogo, pois entrei solteiro e minha intenção era viver uma vida de solteiro lá dentro, quem nunca fez uma lista de mulheres gatas HAHAHA!? Sobre me prejudicar, eu acho que o excesso de sinceridade pode gerar antipatia de pessoas que só estão acostumadas a ouvir o que querem, mas comigo não é assim, eu falo na cara e não gosto de mimimi.

 

DCPL    Como ter um romance no jogo influenciou sua participação?

 

DiegoNão acho que tenha influenciado no meu jogo, mas acho que acrescentou e tornou o dia-a-dia mais fácil na casa, o meu jogo foi o meu jogo, eu e a Fran não jogávamos juntos, não combinávamos votos, e não influenciávamos um ao outro, romance é romance o jogo foi a parte.

 

DCPL    Você foi considerado um cara muito grosso. Onde se manifesta seu romantismo?

 

DiegoEsse é meu jeito, não sou grosso, sou direto, e aos poucos quem me conhece percebe que não mordo hehe. Gosto muito de uma parte de um dos discursos do Bial onde ele diz que uso “uma capa de marra”,  acho que é isso meu romantismo ta escondido embaixo da capa Hahaha.

 

DCPL    Você dizia que a casa do BBB14 era a casa da falsidade. Em que você baseou esta sua afirmação?

 

DiegoO jogo de muitos ali era ser amigo no dia-a-dia e depois massacrar no confessionário, já fui chamado de machista, arrogante, homofobico, e por aí vai, mas tudo isso no confessionário, poucos foram os que chegavam diretamente em mim e diziam o que pensavam. Percebia isso, pois fui a vários paredões e a quantidade de votos depositados em mim não batia com as desavenças declaradas que eu tinha na casa, quando saí só confirmei o que imaginava.

 

DCPL    Se a roda do tempo andasse para trás e você tivesse a oportunidade de começar de novo, o que você faria diferente do que fez no BBB14?

 

DiegoNão faria nada de diferente, seria eu mesmo, normal.

 

DCPL    O Marcelo disse aqui fora que o fato de você o ter segurado na briga com o Cassio, só aumentou a violência. O que você tem para dizer a ele sobre isso?

 

DiegoNão entendi o que ele quis dizer com isso, ficou mais violento, pois sabia que eu estava segurando e assim ele não iria poder agredir de verdade?

 

DCPL    A Angela durante o programa tinha a convicção de que você teria sido eliminado pela polêmica da homofobia. Qual sua opinião sobre esta declaração?

 

DiegoPra eu ser eliminado por acusação infundada de homofobia, ela precisava ser eliminada antes pelas declarações absurdas que ela fez em uma conversa com outros participantes e que foram muito mais polêmicas.

 

DCPL E agora como ex-BBB quais são os seus projetos para o futuro?

 

DiegoEstou seguindo o fluxo como sempre digo, e abraçando as oportunidades, tenho gostado de ser fotografado, é algo novo para mim, mas geralmente gosto bastante do resultado. Espero seguir por essa área, modelo fotográfico, ou de passarela ou garoto propaganda de alguma marca, não sei, estou aguardando convites, vamos ver o que rola.

TiradoDiego

TiraDasmães

Kid01

Ontem foi um Aprendiz confuso com uma prova mais confusa ainda. Eu disse que não seria uma prova fácil e assim como previsto eles usaram mais sua rede de relacionamento do que sua capacidade de convencimento para fazer as trocas. Mas, parece que isso não importou para o Justus que validou os métodos empregados ao falar orgulhosamente da abordagem que recebeu de um empresário em uma festa sobre o fatio de a Beth Szafir ter conseguido um carro para sua equipe. Ficou também a dúvida se a troca final de ambas as equipes não se tratava de prestação de serviços, situação essa que o Justus havia alertado que não seria permitida.

Kid03

O certo é que as equipes chegaram com valores expressivos para debater com o Justus e seus conselheiros. O problema é que ambas apresentaram valores potenciais. Tanto o show do Chitãozinho, Chororó e Família Lima quanto a presença Vip e imagem da Sabrina Sato para uma campanha publicitária apresentavam-se como potenciais faturamentos. Mesmo que no grupo Fenix o fato de existir uma empresa responsável pelo show que teria uma planilha de faturamento do mesmo show em outro período (foi nesta planilha que eles se basearam para estabelecer o valor do show), mesmo assim, não passava de um valor potencial. Eu teria desclassificado as duas equipes ou as avaliado pela troca imediatamente anterior à última troca feita se ela estivesse enquadrada dentro da oitava (Next) ou décima (Fenix) troca efetuada pelo grupo.

Kid02

Enfim, Justus proclamou a equipe Fenix vencedora e Cristiano, líder da equipe perdedora, levou consigo para a sala de reunião o Kid Vinil e o Nahim. Assim como Alexia Dechamps, Kid Vinil se entregou à derrota quando confrontado pelo Justus e seus conselheiros. Não brigou por sua participação, minimizou o conflito entre Cristiano e Nahim como uma briga menor e acabou parecendo um cara sem pulso e personalidade. Justus optou pelos polêmicos. Aliás, ele vai fazendo isso há três eliminações. Saem as melhores pessoas, ficam os melhores jogadores. Certo o Justus, afinal de contas, O Aprendiz está aí para fazer sucesso.

FilipetaDiego

 

 

Exercito01 Semana passada quando eu falei que não demitiria o Puig uma amiga me perguntou: quem, você demitiria Susan? Bem… Se eu fosse o Justus teria ficado em dúvida entre a esperteza de última hora do Pedro Nercessian ou da pasmaceira do Amon Lima. Enfim… O Puig foi demitido e ficamos com o Amon e o Pedro. Amon se propôs a ser líder de seu grupo na tarefa desta semana. O Pedro continua de canto, certamente para chegar à sala de reuniões e ditar regras. Vamos aguardar para ver seu desempenho hoje quando poderemos ver a execução do desafio proposto e analisar o desempenho das equipes.

Exercito03

 A proposta do Justus não é muito fácil de ser executada. Convencer as pessoas a fazerem trocas interessantes em apenas dois dias partindo da oferta de um dedal é um desafio enorme. O que você daria de seu que fosse valoroso em troca de um dedal? Corre o sério risco das trocas efetuadas se darem em cima de tráfico de influência pelo fato dos participantes serem pessoas conhecidas e com uma vasta rede de relacionamentos. Terça-feira passada, na prova para o líder o Cristiano acabou levando vantagem.

Exercito04

Amon quis dar uma de esperto aproveitando o momento do teste intelectual para descansar e acabou sendo derrotado por pouco mais de um minuto. Cristiano deu a alma para ganhar a prova, lutou contra o cansaço físico e contra o Nahim de blá, blá, blá em seus ouvidos. Passar pelos obstáculos foi fácil, o difícil mesmo foi aturar o Nahim. Enfim, hoje tem mais uma etapa do Aprendiz Celebridades. Na verdade, a única etapa interessante da semana já que terça-feira passada foi uma enrolação sem fim.

Entrar

Siga-nos @DeCaraPraLua

Facebook

Comentários